terça-feira, 26 de agosto de 2014

Salmão caramelizado com maçã e mel

salmão

Um jeito delicioso de preparar salmão com uma simples redução  de maçã e mel. Você pode pensar que essa combinação faria o prato muito doce, mas ele adiciona um delicioso sabor caramelizado ao peixe.


Pode fazer essa receita com ou sem a pele do salmão. Se fizer com a pele, vai ajudar a manter os filés inteiros na hora de virá-los da panela, você também pode remover a pele facilmente depois de preparar, porém antes de servir. (Eu adoro a pele do salmão, é tipo um bacon de salmão! rs)

Ingredientes:
1/2 copo de suco de maçã (industrializado ou natural)
1 1/2 colher de sopa de mel
4 filés de salmão
1 Colher de sopa de azeite
Sal a gosto
2 colheres de chá de limão

Coloque o suco de maçã e o mel em uma frigideira pequena e rasa em fogo médio, deixe ferver até que a mistura reduza a metade, deixando você com 1/4 de copo de redução, deixe esfriar uns minutos.

Disponha os filés (com a pele para o lado de baixo, caso tenha deixado a pele) em uma travessa, larga o suficiente para que eles fiquem um ao lado do outro, sem amontoar. Coloque a redução em cima e deixe descansar por 5 minutos, depois vire-os e deixe mais 5 minutos. 

Aqueça o azeite de oliva em uma frigideira, salpique sal no filés e coloque-os com a pele para cima da frigideira bem quente. Deixe por 2 minutos. Enquanto frita, use um pincel para passar mais redução de maçã na lateral do peixe.  

Vire os filés (pele para baixo) e pincele o restante da redução de maçã. Adicione o suco de limão, diminua o fogo e deixe por no máximo 5 minutos, até que o salmão esteja cozido. 

Retire e sirva com a guarnição que preferir, eu fiz com espinafre cozido na manteiga com pimenta do reino, ficou delicioso!!! 

Beijos
Carol

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Omelete souflé...aquele detalhe que faz toda diferença

IMG_4035

É sempre tão difícil começar alguma postagem... Eu sempre tento juntar um texto de alguma situação que eu vivi nos últimos dias, ou até durante o preparo daquilo que eu vou postar, para dar um pouco mais de sentido do que somente uma "receita" (as coisas preparadas aqui são tão simples, que até sinto-me mal de chamar de receitas...rs) chapada, se fosse assim era mais fácil ir a um desses sites de coletâneas de ingredientes e procurar aquilo que você quer preparar, não?
A ideia do blog é justamente ter a sua cara.. bom, eu sou uma pessoal muito sincera, descontraída e prática. Meus textos não são longos, embora eu fale muito, mas porque é bom direcionar a atenção para o objetivo principal: a comida, sempre de uma maneira descontraída, porque afinal, eu sou assim! rs.

Estou na fase de recolocação no mercado de trabalho e tem dias que as tarefas são infindáveis, junto com entrevistas e dinâmicas em lugares distantes. Engraçado como o Murphy anda bem do meu lado ultimamente também, tem dias que tanta coisa dá errado que eu paro, respiro fundo e dou risada... coisas bizarras tem acontecido.. máquinas de comida que simplesmente engoliram minhas moedas, taxista sem gps, sem mapa, sem noção de onde é a rua que eu preciso ir e sem gasolina (juro!) bem naquele dia que você já está atrasada para chegar na entrevista, porque afinal, foi o mesmo dia que o portão elétrico resolveu simplesmente travar bem na hora que você tinha que sair, assim.. do nada.. parou! Foram tantas coisas pequenas aqui e lá durante esses dias que eu nem acreditei que sobrevivi! rs... Li em uma revista que eu assino (e amo!) sobre o privilégio do azar... Senti isso na pele essa semana, pequenas coisas dando errado durante o dia, mas o meu lado otimista (está ai mais uma característica minha) me leva sempre a ver as coisas boas e no final eu ri muito de tudo isso, até porque as coisas grandes foram dando certo. Nada como ser descontraída e acabar chutando as pedrinhas do caminho para o lado, sempre com sorriso no rosto e leveza...

Falando em leveza... em um desses dias, era 4 da tarde, eu verde de fome, naquele estágio onde as paredes do estômago já estão grudadas de tanto tempo sem comer... eu cheguei em casa e tudo que eu menos queria era fazer alguma coisa, qualquer coisa que fosse... rs.. Mas eu precisava comer e infelizmente não tenho fada madrinha que pode me ajudar com mágica para que as coisas sejam feitas sozinhas, levantei o bumbum do sofá e fui preparar alguma coisa. Não sou meeega fã de omelete, talvez por achar muito mais prático o ovo mexido, do que a teoria de ter que usar um prato ou uma tampa para virar o omelete e ainda a tensão de desmanchar tudo.... eu sou desastrada e na maioria das vezes eu quebro todo o omelete e vira um ovo mexido... kkkkkkk... Me animei com uma receita que eu tinha visto em um dos livros aqui que tinha algo muito simples no preparo, mas que fazia uma boa diferença: claras em neve. É tipo aquele colar de brilhantes que você usa com um vestido preto básico, sabe? O detalhe que faz toda a diferença....

Separei a gema de 2 ovos, coloquei as claras para bater em velocidade rápida enquanto preparava os outros ingredientes. Misturei às gemas, 3 fatias de peito de peru picado, 1/2 tomate em cubos, 2 col de sopa de queijo mussarela, 1 col de sopa de creme de leite, salsinha e 1 col de queijo parmesão. Depois que as claras estavam já no ponto eu misturei lentamente às gemas. Aqueci uma frigideira com um pouquinho de manteiga e despejei tudo lá, fiz no fogo baixo, logo dá para passar uma espátula na borda e ver que ela solta, nessa hora eu usei um prato grande para tampar a panela e virar o omelete ali e coloquei o outro lado, agora para baixo. O processo todo é rápido, no máximo 5 minutos e estava tudo pronto, do jeito que a minha preguiça pedia.

A melhor parte foi o fator surpresa, a textura macia e fofinha do omelete que lembra um bolo macio, daqueles que faz o barulhinho de esponja quando você morde, sabe?! Adorei a modificação, algo tão simples ficou super diferente, delicioso e leve...

IMG_4038
Beijos e ótimo feriado!
Carol

sábado, 9 de novembro de 2013

Arroz de forno, o improviso do dia...

IMG_3720-2Administrar o tempo com casa, filho, marido e cachorro não é fácil.. exige tempo, dedicação, uma certa habilidade e muita paciência... rs.. Mas não há nada mais prazeroso do que o elogio de quem amamos e um sorriso de satisfação, não é mesmo?
Sempre fui do tipo independente que faz tudo e não precisa de ninguém, mas vida de gente grande é complicada, eu confesso que sinto saudades da casa da mamãe ... sempre que vou pra lá de férias ela reclama que eu nunca cozinho nada pra eles, só no blog, só aqui na minha casa.. Mas é claro!!! Quando estou na casa da mamãe, quero comer a comida dela...não a minha!! rs...

Bom, eis que num desses dias de preguiça em casa, onde você tenta olhar para a geladeira e fazer a mesma mágica que meu pai é perito em fazer:  preparar algo sensacional com "nada".... rs... saiu esse arroz... Tinha por aqui, um resto de molho de tomate da lasanha de berinjela, resto de arroz cateto molhadinho do jeito que eu gosto, uma bandeja e cogumelos paris frescos, mussarela, salsinha, vinho branco.. e... voilá!! Saiu um arroz de forno delicioso. Para aquele dia na semana que tem de tudo um pouco e você não quer passar mais do que 10 minutos preparando alguma comidinha fresca para os de casa, fica a dica. Use a criatividade, aproveite tudo que tiver na geladeira...

No meu caso... eu misturei o molho de tomate (que tinha um pouco de carne também) com o arroz.
IMG_3702-2
Salteei os cogumelos no azeite com meia cebola cortada e 1/2 xic de vinho branco seco, quando pronto, misturei ao arroz.
IMG_3707-2
Cobri com queijo mussarela ralado e pronto, 15 minutos para aquecer e derreter o queijo. Pronto para ser devorado!
IMG_3708-2
Beijos!

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

E hoje teremos... quiabo!

Aqui em casa não temos frescuras nenhuma para comer, ainda que eu não goste de poucas coisas como melancia e chuchu.. eu procuro comer mesmo assim (exceto melancia, que é algo insuportável ...rs..) e os veggies menos populares também aparecem muito por aqui, como couve de bruchelas e ervilha torta. O de hoje é o quiabo!
Muita gente torce o nariz, não experimenta porque é "nojento" e blá blá blá.. Mas adoramos e sugiro que prove.. caso não goste da baba que se forma, é só lavar em água corrente e para quem gosta com a babinha, assim como nós aqui de casa .. é só lavar, fatiar e colocar na panela junto com um dente de alho douradinho no azeite... com sal e pimenta e huummmm.. está pronto...
IMG_3725-2 Aqui fazemos assim, sem muitas firulas, para sentir o gosto do verdinho em si e na sua casa, como rola o quiabo?

Depois de uma foto bonita dessa vale até dar uma chance pro verdinho e experimentar vai?! Viva a inclusão vegetal!! rs....

Beijos,
Carol

Trio de escondidinho

IMG_8490-2
Escondidinho é uma receita bem comum e sem grandes variações certo? Errado!! rs.. É comum, mas você pode inventar muitas combinações, vou deixar aqui 3 combinações bem inusitadas e deliciosas para você testar em casa.

Sem muita teoria, porque adoramos a parte prática do negócio... rs..
Opção 1 - Escondidinho de batata com curry de camarão
Faz o purê de batatas normalmente (cozinha batata com casca ou sem, de acordo com sua preferência, bate tudo no processador, adiciona um pouco de manteiga para ficar cremoso e leite, acerta o sal e reserva).
Para o curry de camarão, você pode usar essa receita aqui, mas sem o damasco.
Coloque uma camada do curry e o purê por cima, cubra com queijo parmesão e leve para gratinar

Opção 2 - Escondidinha de cenoura e queijo de cabra (chèvre)
Esse é sucesso!! Desse trio é o meu preferido!
Faça um purê de cenouras como o de batata que eu falei acima e reserve.
Para o recheio misture 100g de queijo de cabra, 50g de cream cheese e 100g de nozes picadas grosseiramente ( daquele tipo de deixa pedaços para mastigar e fazer "croc", adicionando uma crocância na textura cremosa do purê de cenoura). Em um recipiente coloque essa mistura por baixo e cubra com o purê de cenoura, adicione queijo parmesão e leve para gratinar.

Opção 3 - Escondidinho de mandioca e ragu de cogumelos
Adoro a textura do purê de mandioca, aquela coisa meio puxa puxa... rs.. eu costumo colocar 1 col de sopa de creme de leite fresco, para ficar ainda melhor, mas não precisa .. é preferência minha mesmo. Cozinhe a mandioca e bata tudo no processador, reserve.
Para o ragu:
15g de cogumelo porcini seco
450 de cogumelo paris fresco,shimeji ou shitake fresco
4 col sopa de azeite de olive
1 dente de alho picado
1 col sopa de farinha de trigo
sal e pimenta
ramos de tomilho
 Coloque os cogumelos secos em uma travessa e cubra com água quente fervente. Deixe hidratar por 20min. Coe a água em uma jarra (dica: o cogumelo tem sempre uma areia fininha que fica, coloque uma folha de papel toalha na peneira que usar e veja que os grãos ficaram todos presos lá). Lave os cogumelos e reserve.
Doure o dente de alho no azeite e acrescente os outros cogumelos frescos. Vai soltar bastante água e quando metade já tiver evaporado, acrescente a farinha de trigo polvilhando sobre a mistura, os cogumelos porcini e a água reservada. Misture e mexa por uns 5 minutos ou  até os cogumelos dourarem e a metade do líquido tiver evaporado. Acerte o sal, coloque a pimenta e os ramos de tomilho.

Coloque essa mistura em uma travessa, cubra com o purê de mandioca, acrescente parmesão ralado e leve ao forno para gratinar.

Você pode servir qualquer uma dessas opções como prato principal, ou fazer como essa opção, onde eu montei porções individuais de cada combinação diferente, fazendo um pequeno menu degustação.

Beijos

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Pudim de milho e queijo com passo a passo

IMG_3684-2
Não é fácil fazer receita com fotos passo a passo, mas eu adoro e acho que fica muito mais fácil de entender e mais bonito de ver... rs..
Esse "pudim" é um ótimo acompanhamento para carnes vermelhas, fica levemente adocicado, gostoso mesmo e o queijo só acrescenta ainda mais sabor... Pra variar é fácil de fazer, em questão de minutos já está no forno, pronto para encher a sua cozinha com um cheirinho delicioso... Preparados? Vem comigo e olha só...

Ingredientes da receita original retirada do livro "Cooking - Segredos e receitas":
5 espigas de milho fresco ou 2 latas de milho em conserva, escorrido
280g de queijo Cheddar ou o que você quiser usar (eu misturei mussarela e parmesão)
25g de manteiga derretida (eu troquei por azeite, 2 col de sopa)
2 ovos grandes
4 col sopa de farinha de trigo
2 col sopa de açúcar (eu coloquei somente uma)
1/2 col chá de sal
1 pitada de pimenta do reino

Pré aqueça o forno a 180ºC e unte com manteiga uma travessa (não precisa ser milimetricamente untado, eu só passei o tablete mesmo, principalmente nas bordas);
Bata 3/4 do milho no liquidificador até formar um purê, acrescente 3/4 do queijo, a manteiga (no caso o azeite) e ovos. Bata novamente. Despeje em um recipiente e acrescente o restante do milho...


IMG_3656-2

A farinha de trigo, o açúcar, o sal e a pimenta do reino...
IMG_3657-2

Por último o queijo, misture bem todos os ingredientes..
IMG_3659-2

Coloque na travessa untada e leve para assar por 30 min ou até ficar douradinho como aquela primeira foto lá no topo...
IMG_3669-2

Fácil, hein?! Corre lá preparar e me conta o que você achou!!

Beijos,
Carol

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Crumble de manga com pêra e molho de iogurte

IMG_3698-2
 Adoro frutas, aqui em casa sempre tem no mínimo 3 tipos diferentes e para ajudar meu sogro sempre nos presenteia com um mamão docinho, um melão que ele achou lindo no mercado..rs.. mas muitas vezes, como somos só em 2 (a Lara come tão pouco que nem conta), as frutas ficam prestes a estragar. Não consigo jogar nada no lixo, nem que vire polpa congelada no freezer, mas alguma coisa tem que virar!!

Por esses dias tinha 2 mangas e 1 pêra pedindo pinico na fruteira e se não fossem usadas, teriam que ir para o lixo, lembrei desse crumble que é um jeito bem gostoso de embelezar uma frutinha, de preferência não muito aguada, porque pode virar uma sopa de frutas... rs.. Fica uma sobremesa gostosa, que pode ser servida quentinha ou fria, vai da sua preferência e usa aquilo que está prestes a estragar.

Piquei então as frutas que eu tinha, manga e pera, mas indico morango, banana, amoras.. só não fica bom com frutas aguadas tipo melão, mamão...
IMG_3675-2
Acrescentei 1 col de açúcar mascavo e 20ml (metade) de limão siciliano. Reservei.

Crumble é uma massa de manteiga, açúcar e farinha que cobre as frutas e depois de ir ao forno fica crocante e douradinha, uma delícia....
Fiz sem medida no processador, mas é aproximadamente 100gr de manteiga, 1xícara de farinha de trigo e 1 xíc de açúcar mascavo. Mistura tudo bem no processador, ele fica uma massa grudentinha, por conta da manteiga, nesse eu também coloquei 100gr de amêndoas picadas grosseiramente, que deu um sabor delicioso na mistura e uma crocância ainda maior, eu adorei!

Cubra as frutas com essa massa e leve ao forno por 30 minutos, até estar dourado. Para servir, misturei 2 colheres de iogurte integral com 1 col de chá de mel para ficar azedinho, queria hortelã também, mas não tinha aqui, então foi sem... Dessa vez comi quentinho, mas prefiro geladinho, no dia seguinte não tinha mais, o Bru acabou com o potinho todo... rs.. isso que o Sr. formiga está de dieta.. ahãm!!



IMG_3690-2

Beijos,
Carol



quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Peito de peru com molho de maracujá


IMG_3649-2 Aqui em casa estamos de dieta... eu, para voltar ao meu corpo antes da gravidez e o Bru porque está achando que está fora de forma. Eu já consegui voltar, mas continuo de dieta para incentivá-lo e porque nunca acho que estou 100% satisfeita...rs.. Acontece que então só tenho preparado comida para o nosso almoço, uma vez que, na janta e no café da manhã tomamos um shake..

Sendo assim, eu acabo indo cozinhar bem tarde, depois que a Lara dormiu, que já comemos e está tudo mais tranquilo. Por ser tarde, muitas vezes a preguiça impera e eu busco fazer algo muito prático e rápido, a maioria dos pratos que eu coloco aqui, são assim, até porque no dia-a-dia é possível fazer algo diferente do arroz, feijão e bife ( nada contra essa combinação), sem passar horas na cozinha... Jamie Oliver sabe bem disso! rs..

Esse prato é mais um desses que se encaixa nesse perfil, na verdade eu nem vou postar "receita", porque é muito fácil e nem tem muito o que falar, mas vou contar o que eu fiz e quem sabe isso sirva de inspiração para algum preparo ai na sua casa, já que o grande diferencial desse é justamente o molho, que pode ser usado com frango ou com o peito de peru, como eu fiz aqui.. O ideal é que seja em uma proteína branca, porque combina mais com o sabor suave da carne.

Eu ia receber amigos para o almoço e como durante o dia o tempo é curto, fiz na noite do dia anterior, para somente esquentar no dia seguinte, ficou fresquinho e gostoso.
O peito de peru eu deixei marinando no vinho branco, com pimenta, sal e alecrim por 5h, Besuntei com uma colher de manteiga e levei ao forno já pré-aquecido por 1h coberto com papel alumínio. Depois que tirei o papel, acrescentei 1 xícara de suco de maracujá concentrado e a cada 10 minutos "regava" o peito de peru e virava, para que todos os lados ficassem bem assados. Tudo isso durou mais uns 40min, até estar bem dourado por fora.

Suei na manteiga uma cebola grande, cortada em pétalas, mas se quiser cortar em cubos, faça como preferir, acrescentei 1 colher de sopa de mel, deixei caramelizar, adicionei 1 xic de vinho branco seco e 1 1/2 xic de suco de maracujá. Reduzi na metade e servi com o peito de peru que estava lindo douradinho por fora e suculento por dentro.

Acompanhado de uma saladinha e um purê de batatas, ficou uma delícia!
IMG_3648-2

Beijos!
Carol


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Curry de camarão com damasco e couscous marroquino




IMG_3754-2

Sabe aquelas receitas que você imagina fazer, até se arrisca, mas não acredita que ficará realmente sensacional e acaba muito surpresa com o resultado?? Então, essa foi uma delas.

Já falei aqui, que eu amo frutos do mar, poderia ser o tipo de proteína que eu como todos os dias, camarão e lula são meus preferidos. Essa semana eu resolvi começar com o pé direito e optei por fazer camarão, olhei o que tinha disponível para inventar alguma coisa e saiu esse prato delicioso, do tipo que você não pára de comer até ver o final da panela... (confissões de gordinha). É bacana, que não é pesado e serve também para quem está de dieta, basta usar o creme de ricota light e como acompanhamento ao invés do couscous, usa um arroz integral, fica bom de qualquer jeito..

Bom, vamos ao que interessa... não é difícil, até os mais preguiçosos na cozinha podem fazer e como é rápido, dá tempo de você se programar e fazer ainda hoje na janta..

Primeiro eu fiz o couscous marroquino, de acordo com as instruções da embalagem, 1xic de couscous para 1 xic e 100ml de água quente. Abafei e deixei lá por 5 min, depois disso acrescentei 20ml de limão (meio limão), 1 col de sopa de azeite e 1 pitada de sal. Misturei com um garfo para ficar soltinho e reservei.

Para o curry, suei (termo mais técnico, para refogar.. rs..) 1 cebola média, em 1 colher de sopa de azeite, quando estava transparente, acrescentei 50gr de damascos picados em quadradinhos e 300g de camarões médios já limpos ( no mercado você encontra limpo e pré cozido, pode ser também, só não deixe cozinhar demais para o camarão não ficar duro). Depois de 5 minutos o camarão já está cozido, acrescentei 1 colher de sopa de curry e 2 colheres de sopa de nata. A nata pode ser substituída por creme de leite fresco ou na versão light, por creme de ricota, a textura cremosa e o sabor ficam semelhantes, usei nata porque era a opção que tinha na minha geladeira. Deixa apurar por 2 minutos e desliga.

Sirva quentinho por cima do couscous em um bowl ou em uma cocote, panelinha individual, onde preferir. Essa quantidade é para 2 pessoas comerem bem, mas se quiser aumentar a quantidade, pode aumentar, porque fica bom demais e todo mundo quer repetir!!!

Espero que gostem e que façam!
Beijos!
Carol

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Risotto de abobrinha, paio e queijo coalho com cebolas glaceadas...

IMG_1762-2
Havia tanto tempo que eu não fazia o login no blogger que até a senha eu já tinha esquecido, isso foi um total sinal de desapego e porque não dizer, abandono ao blog.

Tenho até vergonha de contar isso, mas é verdade... esqueci... esqueci a senha, o blog, esqueço de tirar fotos e de se quer, postar alguma coisa aqui, sinal disso é o espaço de tempo desde a última postagem... Não parei de comer... rs.. (embora tenha emagrecido bastante), mas é que eu não acho que as coisas que faço são boas o suficiente para ocuparem um espaço e para fazer qualquer pessoa perder tempo em ler uma "receita", nunca achei que cozinhava bem, sabia?! De verdade... Sendo assim eu fui perdendo, calmamente, o interesse pelo blog.

Comecei esse site com um amor incrível, vejo meus posts lá no começo super empolgados, mal feitos, porém com muito amor.. rs.. mas olhando no geral, não acho que seja algo digno de uma estrelinha (voltando em tempos de colégio, onde uma tarefa bem feita ganhava uma estrela no caderno, lembra?!), porém toda vez que faço planos de cardápio, planejo mil e um posts, faço juras de voltar a escrever diariamente e tentar alavancar a "audiência" do blog, me deparo com uma rotina corrida - agora com uma bebê de 6 meses, uma geladeira sem graça, uma falta de criatividade e preguiça... muita preguiça...

Mas hoje, pela 2987398 vez, eu faço minhas juras aqui em voz baixa, falando a mim mesma.... corro ali pegar um livro ou outro, usar de inspiração alguma coisa e fico repetindo mentalmente que voltarei a escrever, postar.. quem sabe até ser um blog famoso...

Aproveito e agradeço a vocês, pessoas que continuam vindo aqui, seja pela pesquisa do "bolo de polvilho" que de acordo com o google me rende alguns views diários.... ou pelo simples interesse no que eu falo, no que eu preparo, obrigada pela visita e pela paciência... e mais uma vez, como política, faço minhas promessas... rs..  prometo que voltarei a escrever com maior frequência.... rs..

Para comemorar o meu retorno, achei uma foto perdida aqui de um risotto que eu preparei (de acordo com a foto, em Agosto desse ano),  com o que tinha na geladeira ... minha criatividade é tanta que dia de risotto é basicamente dia que eu não quero fazer nada com molho, muito menos feijão e como o Bru não come arroz sem nenhum " caldo" eu faço risotto que já é molhadinho.. há! O toque de "glamour" de hoje veio com a cebola glaceada que é hiper fácil de fazer e traz ao prato um gostinho agridoce que eu adoro..

Para o risotto separei 1Lt de água quente e dissolvi 1 tablete de caldo de legume. Na panela de barro que eu ganhei da minha mãe e que uso pra toda e qualquer coisa... rs... eu derreti 1 col de sopa de manteiga, dourei um paio pequeno e depois acrescentei uma abobrinha picada em quadrados grandes. Logo na sequência coloquei o arroz arborio para risotto, 1 xic de vinho branco seco, esperei evaporar e fui acrescentando o caldo. Desliguei quando o arroz estava quase al dente, joguei 2 quadrados de manteiga geladinha e 2 fatias grossas de queijo coalho cortadas em quadrados menores. Reservei enquanto fazia as cebolas.

Para as cebolas, cortei em rodela uma cebola grande e levei ao fogo com manteiga derretida, até ficar transparente, acrescentei 1 col de sopa de açúcar e 100ml de água e esperei evaporar a água e a cebola ficar douradinha, não usei o vinho porque já tinha colocado no risotto, mas se preferir, use vinho ao invés de água.

Ficou uma delícia, espero que gostem e que continuem dando uma olhada por aqui, hoje vou aproveitar a limpeza na casa e já venho tirar as teias de aranha que anda por aqui... rs..

terça-feira, 12 de março de 2013

Bolo de cenoura com calda de ovomaltine

IMG_9728 Vou tentar intercalar uma receita doce e uma salgada, para não ficar enjoativo.. rs..

Esse bolo eu fiz com umas cenouras que estavam sobrando aqui na geladeira, não é do tipo muito doce, o que compensa é a calda que fica mais agradável aos formigas de plantão..

Bolo:
4 cenouras médias
4 ovos
190ml óleo
340g farinha de trigo
200g açúcar
3 col(chá) fermento seco

No liquidificador bata as cenouras, ovos e o óleo. Em uma tigela, misture os secos e agregue na mistura da cenoura. Unte uma assadeira com manteiga e farinha e leve ao forno pré-aquecido. O ponto é quando você espetar um palito ou uma faca e a lâmina sair limpa.

Calda de Ovomaltine
7 col (sopa) açúcar
4 col (sopa) Ovomaltine
2 col (sopa) manteiga
1 xic de leite

IMG_9727 Se quiser mais textura de brigadeiro, diminua o leite..
Leve tudo na panela para ferver e desligue quando estiver desgrudando do fundo, tipo brigadeiro... rs.
Despeje em cima do bolo ainda quentinho... e tente se controlar para não comer tudo sozinha!! kkkkk.. é difícil.... rs

Beijos,
Carol

segunda-feira, 11 de março de 2013

Roulade de pescada com molho de curry

IMG_9740-2
Peixe ainda é um elemento que aparece timidamente na mesa de muitas casas, seja pela teórica complexidade de preparo (é fácil demais!!!) ou pelo sabor que nem sempre agrada muito ao paladar.. Maas, aqui em casa, eu AMO peixe e sempre que é possível, opto por esse tipo de proteína, justamente pela facilidade de preparo, nada que um limão, sal e um papel alumínio não faça...

Na tentativa de sair da mesmice do papilotte (peixe assado com legumes no papel alumínio), optei por fazer um roulade (tipo um bifê a rolê) de pescada branca, acompanhado com um molho simples de curry e leite de côco, o resultado? Jantinha fácil, rápida, sem sujeiras e deliciosa.. do jeito que todo mundo gosta, não é mesmo?

Ingredientes:
5 filés de pescada
2 limões
sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
1 tomate italiano cortado em cubos sem sementes
1 cebola em cubos
200ml de leite de côco
1col sopa de curry
1col solpa de gengibre em pó. 

 Corte as pontas e aparas dos filés de peixe, para que fiquem em formato de retângulos, separe as aparas. Tempere os filés com limão, sal e pimenta e deixe na geladeira por aprox. 10minutos, enquanto finaliza o restante do prato. Com as aparas, corte em cubos pequenos, tempere com sal , limão e pimenta e junte metade da cebola picada em cubos e também o tomate picado. Se quiser acrescentar alguma erva, ficará ainda melhor! Deixe na geladeira por 5 minutos.

Disponha os filés abertos em um prato e coloque aprox. uma col de sobremesa do recheio em uma ponta e vá enrolando o filé até fazer um rolinho, chegando na outra ponta (exatamente como o bife a rolê), feche com palitos de dente e coloque em uma travessa para levar ao forno pré aquecido. Feito isso com todos os filés, leve para assar coberto com papel alumínio por aprox. 5 minutos, retire o papel e deixe mais 5min.

Quando levar os filés ao forno, prepare o molho: em um fio de azeite, manteiga ou óleo (como você preferir), sue o restante da cebola, quando estiver translúcida, acrescente o leite de côco, o gengibre e o curry, deixe ferver e reduzir para ficar com uma textura mais cremosa, acerte o sal e sirva com o peixe. Aahhhh.. na hora de servir, retire os palitos de dentes usado para fechar o roulade, como o peixe já tomou a forma, ele não se abrirá e será melhor evitar qualquer acidente com o palito..

Vou dividir o "cardápio do dia" para quem sabe, sirva de inspiração para algum dia na sua casa...

Tivemos salada de mix de folhas (alface lisa, alface crespa e rúcula), com cenoura, tomate, azeitona, uva passas e ricotas. Molho de limão+sal+azeite.

IMG_9732-2
Arroz integral com noz moscada e limão
Roulade de peixe

Refogado de verdes (escarola +brócolis)

IMG_9736-2
De sobremesa teve frutinhas (manga e uva).

Que a semana de vocês seja sensacional e repleta de coisas boas!!

Beijos! Carol

sexta-feira, 8 de março de 2013

Tortinhas/ Florzinhas de maçã... e o dia das mulheres

IMG_8466
Ah.. não gosto de ser polêmica, mas eu sinceramente acho meio estranho ter que receber "parabéns" pelo dia das mulheres...  Parabéns pelo quê?? Você entra no facebook e olha 987986 publicações semelhantes, todas falando a mesma coisa... a primeira sensação que me vem é: PREGUIÇA... eu tenho preguiça de situações assim, onde todo mundo fala a mesma coisa, sem nem saber direito o porque....

Nota: Recebi uma "homenagem" extremamente fofa do noivo (após ter escrito o post), agradecendo às mulheres da vida dele (eu e nossa filhota) e por mais que não ache justo ter um dia somente para mulheres, não tem como não se emocionar com demonstrações de carinho dessa maneira, então, não quero aqui desmerecer todos os "parabéns" e flores enviados no dia de hoje, só acho que ele deve ser compartilhado com os homens também... no meu caso, eu tenho muito a agradecer ao meu companheiro, sem ele metade disso não seria possível.... 

Ser mulher é bacana, temos nossas funções "exclusivas" como gerar um filho e tal... mas que também não seria possível se não tivesse um homem ali, para fazer metade do trabalho, na hora de "plantar a sementinha" (momento cuti...rs..).. Mas poxa, acima e antes de tudo.. somos seres humanos, tanto quanto os homens, o que difere realmente é a anatomia, o resto é conceito e costume imposto pelos próprios outros seres humanos, que variam de acordo com um monte de coisa, inclusive cultura e geografia...

Mas de verdade, não acho justo ter um dia só para mulheres... teria que ter um dia para o ser humano então, porque não?! Afinal, não é fácil sobreviver a cada dia que passa nesse mundo louco e cheio de problemas... Então parabéns a todos nós, homens e mulheres que buscamos diariamente o nosso bem estar, o melhor para nossas famílias, que acordamos cedo para trabalhar, que resolvemos tantos problemas todos os dias, que fazemos tarefas de casa, que pegamos trânsito e vivemos correndo todos os dias... acho que todos merecem ganhar parabéns...

Na minha família, típica italiana, as mães em sua maioria eram responsáveis pelo bom funcionamento e organização do lar e dos filhos, nisso estava incluso cozinhar refeições sensacionais... E de verdade, minhas tias em sua maioria fizeram isso também e na nossa geração não acho que ainda seja assim, não por falta de vontade, mas de opção... Eu particularmente ADORO brincar de casinha.. Esperar o noivo em casa com tudo organizado, cheiroso e uma comida fresquinha que o faça suspirar.. Tem coisa melhor do que agradar quem amamos??? E isso não é ruim!! Eu sou formada em Comércio Exterior, tenho ai alguns anos de experiência na área, sempre trabalhei, hoje estou de folga por conta da gravidez, mas ainda tem a faculdade de gastronomia que estou cursando no último semestre.. e de verdade?! Estou amando essa fase de cuidar da casa, de ser Amélia... não vejo nenhum problema nisso. Gosto do meu trabalho, da minha profissão, mas gosto do meu freezer organizado, da minha compra semanal no mercado, da casa cheirosa e arrumada, das roupas passadas e organizadas (por mim!), da carinha do noivo quando fica sabendo o prato do dia... Ele merece todo esse carinho! Além de tudo ele ainda é super fofo de lavar a louça do jantar ou se oferecer a me ajudar em qualquer tarefa de casa, afinal, não estou sozinha nessa!!

Concluindo tudo isso, queria dar os parabéns a todos hoje, não somente as mulheres... e em homenagem à minha nonna (referência de muitas coisas que acredito até hoje), trago essa receita tradicional aqui de casa, uma tortinha de maçã, que de tão fácil pode ser feita por qualquer pessoa (mais habilidosa ou não), em pouco tempo e fica uma graça a apresentação sem nenhum acessório, porque afinal é uma delícia ser simples e descomplicado... rs.. Além de tudo, hoje é sexta, dia da preguiça e do começo das celebrações do final de semana!!! UHUUUUU

IMG_8470 Ingredientes
200g de amêndoas descascadas e processadas
2 claras
200g açúcar
1 massa folhada descongelada
10 maçãs

Descasque as maçãs, retire as sementes e corte na metade, fazendo lâminas finas de cada metade (sugiro usar um mandoline, caso tenha... do contrário faça na mão mesmo). Corte a massa folhada em círculos, no diâmetro desejado (geralmente em casa, usamos uma xícara ou copo).
Misture as amêndoas, as claras e o açúcar e reserve.

Disponha no centro da base de massa folhada, uma colher de sobremesa do recheio de amêndoas e coloque as lâminas de maçã ao redor, começando do lado de fora, sentido centro até cobrir o recheio...
Fica parecendo uma florzinha. Leva para assar em forno pré aquecido a 180º, por aproximadamente 30 minutos e se quiser quando retirar sirva com mel, sorvete, maple syrup, açúcar de confeiteiro, canela.. ou vá mais "light" e coma assim, como eu gosto... pura!

Beijos a todos e nos vemos segunda! Aproveitem o final de semana

Carol


quinta-feira, 7 de março de 2013

Reconquistando o espaço com Farfalle integral ao molho de lulas

IMG_3855-2

Durante muitos dias eu acordei falando a mim mesma que retomaria os posts no blog.. é vergonhoso para alguém super planejado/organizado, como eu começar algo e não dar continuidade, isso acaba com o meu senso de controle das coisas... (a louca)... rs..  Porém, com a correria do dia-a-dia e as outras prioridades da vida, essa retomada ficava sempre para trás, para o dia de amanhã.

Quem vê minhas fotos no instagram (@caroldlp) sabe que estou na reta final de uma gravidez linda de uma meninota muito fofa (e buchechuda) que está prevista para nascer até o final desse mês, consequentemente muita coisa na vida muda, principalmente a rotina e nessa rotina não tinha espaço até pouco tempo atrás, para cozinhar, tirar foto, dar uma leve melhorada na foto, pensar em algo bacana para escrever introduzindo o que foi feito... e todo o "processo" que envolve um post.. já que é para fazer, tem que ser BEM feito, não?! Mas nessa rotina, só dava tempo para sentar na frente do note e no máximo entrar no site do banco, pagar uma conta e atualizar a planilha de gastos (e que gastos!).

Até que finalmente o bendito "amanhã" chegou.. e hoje eu levantei absolutamente decidida e retomar esse cantinho e tentar melhorá-lo cada vez mais... Acho o máximo quando entro em blogs gringos ou dos brazucas sensacionais, que associam uma foto linda com um texto leve e bacana de se ler... eu fico desejando isso para esse canto diariamente, mas olha só... só depende de mim, não é mesmo?! Sempre gostei de falar (e escrever), de fazer fotos, de cozinhar e porque não então realmente se dedicar?? Pois então motivada com esse sentimento de : hoje é dia de retomar o que não está concluído, eu retomo os posts aqui no blog...

Agora que estou "brincando de casinha" e que o Bru (meu noivo) teve um resultado de exames de sangue beeeem ruim de colesterol e etcs... tem janta em casa todo dia.. afinal preciso cuidar dos meus bens mais preciosos... a Lara que está aqui dentro... a minha silhueta... rs... e do Bru!!! Sendo assim, eu hoje vivo o meu sonho de cozinhar todos os dias algo gostoso, balanceado e que faça bem.. Tenho o freezer etiquetado e organizado como eu sempre quis, consigo fazer porções de comida exataas, evitando assim o desperdício e gastos extras de mercado e até o final da semana eu consigo finalmente terminar o nosso cardápio!!! rs...

Como está sobrando tempo, agora dá para tirar foto, pensar em algo para escrever e sentar aqui para juntar tudo isso nesse cantinho que estava abandonado...

Começo hoje com um macarrão integral, que foi o almoço de Domingo na casinha temporária. Estou buscando suspender carnes vermelhas da dieta do sr. Fred flinstons carnívoro e inserir mais peixe e uma variedade de legumes... Tem funcionado e ele está adorando...
Sendo assim, vamos ao mise en place do dia...

1 kg de tomate italiano (sem pele, sem sementes, cortado em cubos)
5unid (grandes) de cebola cortada grosseiramente em cubos

Levei a cebola para suar em 1col (sopa) de azeite, acrescentei o tomate, 3 galhos de manjericão fresco e deixei em fogo baixo apurando por 2h
Essa é a clássica "receita" de molho de tomate rústico da nossa família, sendo que o segredo de tudo é caprichar na quantidade de cebola, tem que colocar bastante! rs...
Depois de reduzido, acertei o sal, pimenta do reino .. separei uma parte para o almoço e congelei o restante.

IMG_3851-2

Separei previamente 4 tubos de lula, com alguns tentáculos e deixei marinando no sal e limão por uns 5 min.
Aqueci um fio de azeite, dourei as lulas e depois acrescentei o molho de tomate, deixei lá por uns 10 minutos, enquanto isso, água fervendo na panela, farfalle integral cozinhando com sal e um pouco de azeite.. al dente, escorrido, agrega o molho e serve!

Não fica uma massa melequenta de molho, mas tem o suficiente para distribuir o sabor e arrancar "huuuum" do Sr. carnívoro aqui de casa...

Ficou muito gostoso!!
Beijos e nos vemos em breve!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Creme de tangerina com calda de frutas vermelhas

IMG_8361-2
Tempos atrás teve aniversário de uma pessoa querida lá em casa e eu fui escalada para fazer o almoço... Eu fico tão insegura nessas situações, com tanto medo de errar, de não ficar bom, do arroz empapar, de não gostarem.... No final deu tudo certo, a carne ficou no ponto certo, acho que nunca tinha acertado em cheio assim o ponto de um filet!...

O "menu" foi elaborando dentro das preferências do aniversariante, eu sou da opinião de que no dia do seu aniversário você tem direito de fazer tudo!!! Dia 09 de Janeiro é o meu... aguardem! ..rs..
Foi uma coisa bacana, não tão elaborada, mas que ficou delicioso..

No menu tinha mix de folhas verdes, com nozes, lascas de parmesão, tomatinho sweet e um molho francês a base de mostarda dijon...

Risotto de limão siciliano e rosbife ao molho de vinho

A sobremesa era esse creme de tangerina, que está mais para uma mousse mesmo, leve, bem aerada e gostosa com a combinação de ingredientes.
IMG_8360-2

Coisa bem fácil de fazer, caso você tenha tangerinas em casa, ou pode ser mesmo aquele famoooso suco concentrado chamado "Tanjal". Eu particularmente adoooro esse concentrado de suco de tangerina, que era muito tradicional em casa, durante a minha infância. Como o preço do concentrado está muito salgado, eu dei uma improvisada..

Descasquei cerca de 10 tangerinas, triturei no liquidificador, coei o suco. Levei ao fogo para reduzir, juntamente com 2 col de sopa de açúcar refinado. Deixe lá em fogo baixo até que fique mais concentrado, feito isso, reserve e espere esfriar.

Enquanto a tangerina esfria, eu levei ao fogo em outra panela 1 xic. de amoras congeladas, 1 xic. morango congelado, 1 xic de framboesa congeladas + 2 col. de sopa de açúcar + 1 xic saquê... Deixei em fogo baixo até formar uma calda mais espessa.

Bata no liquidificador o concentrado de tangerina, 1 lata de creme de leite, 1 de leite condensado. Coloque em um refratário grande ou divida em taças e leve para gelar.

Na hora de servir, acrescente suspiro grosseiramente picado, a calda de furtas vermelhas e por último um pouco de chantilly. O contraste das cores e das texturas fica ótimo e o equilíbrio dos sabores então... huuummm...

Combina muito com esses dias de calor aqui em São Paulo e com o verão que está ai!!

Parabéns tio!Muitas felicidades!
IMG_8385-2

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Sopa cremosa de brócolis, cogumelos frescos e chia

IMG_8452-2

Não me lembro se já cheguei a falar isso aqui, mas sinceramente, eu não sou boa em fazer sopas... Mesmo na faculdade, onde temos todos os ingredientes bacanas, os "fundos" ou "caldos" especiais e sensacionais.. a sopa sai, mas eu não como falando.. "Noooossaaaaa... está melhor que a da minha nonna".. Não mesmo.. Até porque minha nonna é daquele tipo de pessoa que qualquer "brodo" para capeletti é de tirar o chapéu.. Eu não..

Eu tenho que recorrer a temperos e tudo o que tiver na geladeira que possa dar gosto para quem sabe sair algo bom.. Todos gostam, eu não... Sim eu sou chata...

Tudo isso para introduzir o assunto... o tempo mudou em SP, depois de dias e dias de muito sol, ficou tudo nublado, um ventinho gelado, aquele céu cinza e a geladeira cheia de coisas para estragar. Você chega em casa e a única coisa que vem à cabeça é um caldo cremoso quentinho.. voilá!

Tinha uma bandeja de cogumelos paris frescos prestes a estragar.... um monte de brócolis já refogado, fazendo aniversário na prateleira da geladeira.. Bom,  suei na manteiga meia cebola cortada em fatias finas, acrescentei os cogumelos também fatiados e deixei lá quietinho soltando a água dele.. Enquanto isso, corri para lavar a louça... porque é assim, em casa que mora muita gente, nem todo mundo tem vontade de lavar seu próprio prato e sempre fica louça na pia, o que me dá pavor de ver....

Acrescentei ao cogumelo 1xic de vinho branco seco, os brócolis e deixei lá uns 3 minutos sem mexer... quando reduziu á agua, acrescentei 2 col de sobremesa de farinha de trigo, incorporei bem aos demais ingredientes e acrescentei 500ml de caldo de legumes, temperei com um mix de alho desidratado, pimenta calabresa e pimenta do reino, reduzi beeeem o fogo e ficou lá borbulhando por uns 10 minutos.

Tirei tudo e bati no processador, voltei à panela, acrescentei mais 200ml de caldo, 1 col de requeijão cremoso, um pouco de noz moscada e um pedacinho de queijo ralado... Deixa em fogo baixo, fervendo mais uns 10 min.

No total em 40 min o creme estava pronta, a louça lavada e eu e minha pequena encantadora de corações que está aqui dentro de mim esperneava ... acredito que era fome...

Para dar uma enriquecida no creme, nutricionalmente falando, salpiquei sementes de chia por cima, um fio de azeite trufado e me esbaldei no pote!

Delícia de creme... mas não como os que a minha vó faz!

IMG_8454-2

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Spaghetti com molho cremoso de tomate e crocante de castanha


IMG_6372
Não é toda pessoa que tem o privilégio de poder almoçar na própria casa todos os dias... Eu pelo menos, nunca tive essa "mamata", porque sempre trabalhei muito longe, ainda mais em São Paulo, que é uma cidade muito grande. Mas eis que ultimamente eu passei a trabalhar de home office a agora fico em um escritório a 5 minutos de casa, somente para eu ter um pretexto de tirar o pijama e sair do meu quarto, porque olha, a coisa estava ficando feia!... rs..

Sendo assim, todo dia eu volto para casa na hora do almoço, mas quase sempre não tem almoço e eu tenho que sair correndo preparar algo...

Foi em um dia desses, mais especificamente ontem, que saiu essa massa super nutritiva, porque não dizer funcional, já que o tomate e a castanha do pará, bem como a cebola tem propriedades super importantes...

Não vou dar "receita", porque acho que não precisa, né?! Mas vou só descrever o que eu fiz.. aproveitando que ando inspirada com a minha nova objetiva da máquina, caprichei nas fotos e até fiz um "passo-a-passo"...

Como era uma porção para uma pessoa, usei somente um tomate, uma cebola pequena e meia abobrinha italiana. Deixei meus ingredientes já preparados, ou também chamamos de mise en place justamente esse pré-preparo que deixa os ingredientes já medidos, cortados, higienizados e prontos para usar.

IMG_6352

Eu usei o Spaghetti nr. 5 da Barilla, porque era o que tinha aberto em casa, mas acho que vale usar a massa que você mais gosta....

IMG_6354

Enquanto a água do macarrão levantava fervura, eu suei em uma colher de sobremesa de manteiga a minha cebola, adicionei o tomate e 1 col de sobremesa de molho inglês, deixei amolecer e depois acrescentei a abobrinha cortada em lâminas finas, tudo sempre em fogo baixo....


IMG_6355

Acrescentei 50 ml de água e deixei lá descansando..

IMG_6359

Como eu adoro uma consistência cremosa, mas também não posso abusar do creme de leite, para não sair da forma redonda.. eu adicionei 1 col. de sopa de creme de ricota, consegui a cremosidade...


IMG_6362


IMG_6365

Depois disso, macarrão al dente, escorrido, colocado em uma cumbuca, com molho em cima e finalizado com castanhas de caju picadas e salsinha...

Corre para mesa, para não esfriar e para comer logo, porque está quase acabando sua 1h de almoço..


IMG_6374
Em tempos onde "você é o que você come", vale deixar a preguiça de lado e colocar a criatividade para funcionar, porque nada como uma refeição fresquinha, saborosa, nutritiva e no conforto de casa... Isso sim é qualidade de vida!!

Espero que tenham gostado... viram como as fotos estão lindas?!
Ótimo final de semana para todos vocês!! Esmaguem e beijem muito seus pais!

Carol

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Muffin de mirtilo


DSC_0122
Vou ser direta e vamos logo ao assunto.. rs.. 
 
Ingredientes
30g manteiga
1 ovo
150g açúcar
150g creme de leite fresco
120g farinha de trigo
1g sal
10g fermento químico
70g mirtilo

Bata os ovos e o açúcar até formar um creme. Adicione a manteiga derretida aos poucos e sem parar de mexer adicione aos poucos o creme de leite. Separado misture a farinha, o sal e o fermento. Faça um buraco no centro e adicione a mistura liquida. Acrescente os mirtilos, encha 2/3 das forminhas e leve ao forno pre-aquecido por aproxidamente 15 minutos.
A massa fica com uma cor fofa... como dá para ver no flagra do André, meu querido amigo... rs..



DSC_0121

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Lulas recheadas...e lembranças do coração


DSC_0169 Lembro-me como se fosse ontem de um jantar que aconteceu no La Casserole em comemoração a formatura na minha primeira faculdade e área de atuação, que é o Comércio Exterior...

Esse tradicional restaurante francês que existe em São Paulo, foi palco de uma das noites tão memoráveis e deliciosas que eu  já vivi. Na época eu morava com meu tio, uma pessoa muito especial que me ensinou o que era um bom vinho, um azeite trufado, um bom queijo parmesão.. Que exigia que os talheres novos que ele trouxe da Alemanha fossem lavados somente com o lado amarelo da esponja, que nem me deixava chegar perto de lavar as taças de vinho nova da Riedel que ele havia trazido da última viagem.. ... Desde sempre ele foi o tio mais criterioso, mais exigente, que deixa o prato esquentando no vapor antes de servir o risotto, que compra as conservas mais exóticas, como ostras defumadas... e foi ele finalmente que me ensinou a comer com a faca na mão direita e o garfo na esquerda ... sem NUNCA.. JAMAIS.. NUNQUINHA encostar o cotovelo na mesa...
Esse é o tio Marco... a pessoa que me apresentou as frescuras deliciosas da mesa ...

Lembro-me que o jantar foi todo harmonizado com vinhos que eram perfeitos para cada prato, foi nesse dia que eu experimentei um vinho de sobremesa "botritizado", que eu nunca mais encontrei em lugar nenhum. Foi uma noite animada, divertida e pontuada pela ótima gastronomia do lugar. Fomos os últimos a sair do local, juntamente com a equipe de funcionários, que por sinal, já estava aguardando do lado de fora.

Meu prato principal foi lula recheada, não esqueço jamais... A cocção ideal, a textura perfeita, o melhor molho... Com certeza essa noite será uma daquelas que eu guardo para sempre na minha caixinha de memórias especiais do coração, foram tantas experiências boas reunidas em poucas horas, que me lembram de como é bom ser intensa em tudo o que faz, estando 100% presente em qualquer que seja a situação, desde um filme com pipoca até um jantar especial...

Um brinde ao tio Marco e a tudo que ele me ensinou até hoje...

Essa receita eu reproduzi na faculdade, fica deliciosa também e na hora me transportou até um lugar especial do meu coração, não tinha como não postar aqui..espero que gostem..

Ingredientes:
4unid lulas
300g file de pescada
150gr tomate seco
1unid  cebola
1 dente alho
100ml azeite
sal e pimenta

Corte a pescada, o tomate seco e a cebola em cubos pequenos. Doure a cebola e o alho no azeite, junte a pescada, o tomate seco e doure por aproximadamente 3 minutos. Tempere com sal e pimenta a goato. Resfrie, e recheie com palitos de dente e reserve.

Molho:
400 ml vinho tinto seco
200 ml caldo de frango
100 ml óleo
100 gr farinha de trigo

Junte o vinho e o caldo de frango, leve ao fogo e redua até a metade, misture o óleo e a farinha e acrescente aos poucos, mexendo bem, até atingir uma textura mais cremosa de molho. Coloque as lulas no molho e cozinhe por 5 minutos. Sirva com arroz branco e selvagem.






sábado, 19 de maio de 2012

Carolinas...Profiteroles.. Éclair..Paris-Brest.. como preferir...


DSC_0123

Desde sempre eu convivo com aquela piadinha besta.. "Hum.. estou com vontade de comer uma Carolina.." acompanhada de um olharzinho de canto, meio maldoso, sabe?! Eu hoje nem ligo mais.. ainda respondo.. "Está certo, tem que comer mesmo.. Carolina é gostosa pra caramba.."... é besta, eu sei.. mas e daí?! rs..

Eu não sou muito fã de doces e acho que as Carolinas tradicionais que são comercializadas nas padarias, são enjoativas, a combinação doce de leite+chocolate é um excesso de doçura para o meu paladar. Eu gosto muito da versão salgada, que usa a mesma massa mas é recheada de um creme branco bem grosso e um pouco de requeijão cremoso.. nossa, me acabo nessas!

Por falar em massa.. é uma massa clássica, que tem que ser primeiro cozida (lembra uma massa de coxinha), para depois ser assada. A mesma massa pode ser chamada de diferentes maneiras, por conta do seu formato..

- Profiteroles (Carolinas) - formato redondo, recheada de sorvete e coberta com calda quente de chocolate
- Éclair (bomba) - formato comprido, recheado de cremes diversos e cobertos com fondant ou chocolate.
- Paris-Brest: formato de uma rosquinha, recheado de creme de amêndoa e coberto com açúcar de confeiteiro.

Aqui eu vou deixar a dica da massa e do fondant, depois eu falo do recheio..

Ingredientes massa:
250 ml água
100g manteiga
150g farinha de trigo peneirada
4 a 5 ovos.


Em uma panela adicione a água e a manteiga, deixe derreter e levantar fervura.  Abaixe o fogo e adicione toda a farinha, misturando rapidamente. Cozinhe até que a massa esteja  soltando da panela (tipo brigadeiro).

Coloque a massa na tigela da batedeira e espere atingir uma temperatura morna (não vamos cozinhar os ovos, certo?!) para poder bater com o batedor leque os ovos, um a um, até que a massa atinja um ponto chamado de "fita" , que é quando a massa, ainda firme, escorre do batedor formando uma fita.. dá para entender?? rs...

Depois de tudo isso, coloque em um saco de confeitar e com o bico liso e faça pequenas bolinhas sobre assadeiras levemente untadas ou tapete de silicone. Leve ao forno aquecido a 180º, por aprox 30 minutos.

Ingredientes fondant:
250g açúcar  refinado
75ml água
20g Glucose

Levar ao fogo todos os ingredientes, deixar esfriar e levar à batedeira. Bater vagarosamente com a raquete até adquirir consistência cremosa e coloração branca.

Depois disso, você recheia a massa com o creme de sua preferência e banha o topo com o fondant, fazendo 3 camadas.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...